Consultoria em banco de dados, Performance

Ajuste de desempenho de consulta – Infográfico

Site: Solarwinds

54138-Infografico-SolarWinds-Base-de-Dados

Índices, Consultoria em banco de dados, Performance

Conhecendo o Microsoft SQL Server 2012 e 2014 – Utilizando o ColumnStored Index.

Junior Galvão - MVP - Data Platform

Salve, Salve Comunidade! Tudo bem?

Após um período de diversos eventos que participei e realizei desde Março deste ano, até a última semana, consegui um pouco de tempo para poder compartilhar com vocês, mais um pouquinho sobre o Fantástico Mundo que forma o Microsoft SQL Server, que neste momento se encontra em destaque com o lançamento da nova versão denonimada 2014.

Dentre as diversas inovações que normalmente uma nova versão apresenta, eu vou destacar hoje com você um recurso que foi criado e implementado na versão 2012 mas que apresentou um grande evolução neste nova versão. Estou me referindo ao ColumnStore Index, ou simplesmente, Índice armazenado em Coluna, numa tradução bem comum.

Como de costume foi fazer uma pequena introdução sobre este recursos e no decorrer deste artigo, destacarei:

  • Pontos Positivos e Negativos;

  • Considerações;

  • Restrições;

  • Cenários de Uso; e

  • Códigos de exemplo.

Então boa leitura e Lets Go!!!

Ver o post original 2.314 mais palavras

Consultoria em banco de dados, Performance, SQL Server 2014

SQL Server 2014: Melhorias de performance no TEMPDB

Inside DBA's Life

Já a algum tempo eu acompanho o blog de engenheiros de SQL CSS SQL Server Engineers (http://blogs.msdn.com/b/psssql/). Hoje li mais um dos interessantes artigos do Bob Dorr (sempre vale a pena ler o que ele fala) sobre uma mudança de comportamento do TEMPDB no SQL Server 2014. O artigo é SQL Server 2014: TEMPDB Hidden Performance Gem (http://blogs.msdn.com/b/psssql/archive/2014/04/09/sql-server-2014-tempdb-hidden-performance-gem.aspx) algo como “Tesouro escondido de performance no TEMPDB”, em tradução livre.

O artigo em questão trata da mudança de comportamento de um conceito chamado Eager Writer. Trata-se de uma das três formas de se escrever uma página suja para o disco, onde inclui também Lazy Writer e Checkpoint. Mais informações aqui (http://technet.microsoft.com/en-us/library/aa337560(v=sql.105).aspx).

A explicação do comportamento eu deixo para vocês lerem no artigo original. O ponto que vou tratar aqui é justamente a comprovação prática do que está sendo dito. Não que o que o…

Ver o post original 568 mais palavras

Performance, SQL Server

Obtendo informações sobre as conexões, sessões e requisições no SQL Server 2005

Junior Galvão - MVP - Data Platform

A dica de hoje tem o objetivo de demonstrar como obter informações sobre as sessões, conexões e requisições ativas no SQL Server 2005.
 
Estas informações podem ajudar no momento do monitoramento e administração do servidor SQL Server, através dos recursos DMV(Dynamic management views), existente no SQL Server 2005, fica mais fácil.
 
Veja abaixo exemplos:
 
 

Ver o post original

Performance

Técnicas para verificação e análise de consultas consideradas lentas no Microsoft SQL Server

Junior Galvão - MVP - Data Platform

Olá galera, comunidade, amigos e seguidores.

Meu deus que dificuldade para encontrar um tema ou conteúdo diferente do que venho postando e trabalhando recentemente que fosse útil e ao mesmo tempo didático para vocês.

Sinceramente não sei se escolhi algo interessante, mas penso que poderá ser importante, quando vocês se depararem com o mesmo cenário que eu me deparei há alguns dias, mais precisamente entre os meses de Abril e Maio.

Estou me referindo a uma das maiores discussões que qualquer profissional de banco de dados sempre é questionado ou se depara, a chamada Lentidão para Consulta ou Manipulação de Dados.

Introdução

As chamadas lentidões no processamento de consultas ou manipulações de dados, comumente ocorrem no dia a dia das empresas. Identificar o que pode estar acontecendo é uma tarefa das mais árduas, chatas, demoradas e estressantes para qualquer Profissional de Suporte, Infraestrutura e principalmente Banco de Dados.

Este é…

Ver o post original 1.276 mais palavras

Performance, SQL Server

Vamos estressar processador

Blog do Leka

Estava eu,,, feliz e sorridente,,, serelepe…. fazendo minhas monitorações… e o pessoal chegou com uma nova maquina para substituir um hardware antigo de SQL…

o pessoal tinha acabado de instalar o W2k8 R2 e pediu para eu testar o processador,, só pra saber se a maquina estava bem e se ela esquentava muito…

horas,,, por que não? claro… vamos brincar….

se você abrir o gerenciador de tarefas vai perceber que aparecerão diversos processos do PowerShell e eles vão começar a consumir processador….
Se tudo der certo, após o tempo que você determinou, ele deve parar de executar,,, mas caso aconteça algum problema, comece a matar os processos…

vale o lembrete… Não faça isso em produção… a não ser que você queira emoção…

Ver o post original

Performance, SQL Server

Trace Flags – SQL Server 2012 / 2008 / 2005

BI, Performance, SQL Server

SQL Server FastTrack– Melhore o desempenho de seu DW

Performance, SQL Server

DBCC SHRINKFILE

L&A Soluções – Consultoria em Banco de Dados SQL Server ( Suas informações em boas mãos! )

Eu não recomendo fazer isso em um ambiente de produção, não é uma boa pratica, mas se seu desenvolvimento está ficando sem espaço no disco rígido eu acho que essa é uma boa alternativa para diminuir os bancos de dados…

O script SQL que eu uso é este:

Declare @db varchar(255)
Declare c cursor for
SELECT name
FROM  Sys.Databases
WHERE  is_read_only=0
AND state=0
AND name not in (‘master’,’model’,’tempdb’,’msdb’)

Open c
fetch c into @db
while @@fetch_status=0
begin
exec SP_dboption @db,’trunc. log on chkpt.’,’true’
DBCC shrinkdatabase (@db)
fetch next from c into @db
end
close c
deallocate c

Fazendo por banco de dados (individualmente):
— Diminui arquivos e log
BACKUP LOG Exemplo
WITH TRUNCATE_ONLY

— No Shrink deve usar o Logical Name, no exemplo abaixo é Exemplo_Log, vejo em:
— Clicando no banco > propriety > files
DBCC SHRINKFILE (N’Exemplo_Log’ , 0, TRUNCATEONLY)

–Shrink direto na Base
DBCC SHRINKFILE (N’Exemplo’ , 0, TRUNCATEONLY)

Fonte (Original): http://dip-en.blogspot.com.br/2012/02/shrink-all-databases.html


Materiais relacionados:

Casos do Dia a Dia: Problema ao executar o comando SHRINKFILE

SHRINKDATABASE, SHINRKFILE, AUTO-SHRINK, saiba porque evitá-los!

Reduzir um banco de dados;

{ Alex Souza }