Carreira, Emprego, Objetivos

Dia do Trabalhador (Tempos Modernos)

Trabalho

Quem ainda não assistiu esse filme, clique na imagem e assista!

Anúncios
Computadores e a Internet, Emprego, Importantes

O que é blockchain?

blockchain é uma rede que funciona com blocos encadeados muito seguros que bitcoinssempre carregam um conteúdo junto a uma impressão digital. No caso do bitcoin, esse conteúdo é uma transação financeira. A sacada aqui é que o bloco posterior vai conter a impressão digital do anterior mais seu próprio conteúdo e, com essas duas informações, gerar sua própria impressão digital. E assim por diante. (+)
Além de confiança, outras palavras que ouvi muito nas palestras sobre blockchain que eu frequentei foram responsabilidade, transparência e segurança. Principalmente por conta desses quatro conceitos principais de blockchain, apresentados por André Salem (pesquisador da IBM):
Ledger distribuído: o livro-razão, sistema de registro das transações e blocos, é compartilhado por toda a rede e todos podem ver;
Privacidade: é possível garantir a visibilidade adequada para a rede, já que as transações conseguem ser verificáveis. O termo “adequado” é importante; no bitcoin, todas as informações da transação são públicas. No blockchain, partes sensíveis do ledger podem ser ocultadas (como o endereço de alguém), sem prejudicar a verificação do bloco;
Contrato inteligente: um documento que não pode ser alterado depois de escrito. É possível firmar contratos e autorizar (ou não) transações de acordo com os termos estabelecidos;
Consenso: as transações são verificadas pelos participantes da rede e não podem ser fraudadas; (+)

 

IOTA Gráfico de Preços US Dollar (IOT/USD)

 

Como comprar e vender Bitcoins

Base Corrompida, Computadores e a Internet, Consultoria em banco de dados, DBA, Disaster e Recovery, Emprego, L&A Soluções

Existe problema sem solução?

Achei esse texto interessante e resolvi compartilhar… muito bom!

Um homem comprou um carro, que tinha um defeito curioso. Mandou uma carta à fábrica relatando seu problema: “Não os culpo se não responderem. Sei downloadque parece loucura. Toda noite, depois do jantar, pego o carro e vou tomar sorvete. Quando compro sorvete de Creme, o carro não funciona. Quando compro de outro sabor, liga na hora. Por que isto ocorre?”
A carta foi parar na mesa do presidente da empresa, que destacou seu melhor Engenheiro para desvendar o mistério. Incrédulo, o Engenheiro chegou à casa do homem na hora em que ele saía para comprar sorvete. Os dois foram juntos a sorveteria. Pediram de Creme. Voltaram ao carro. Ligaram… Nada.

No dia seguinte, repetiram o passeio. Pediram de Baunilha. O carro pegou. No terceiro dia, de Nozes. Tudo bem. No quarto, Cereja. O motor perfeito. No quinto, Creme, de novo. O motor não deu sinal de vida. Inacreditável. A única conclusão possível: O carro era alérgico a sorvete de Creme. O que fazer diante dessa constatação? Trocar o óleo por creme antialérgico?

O engenheiro não podia acreditar naquilo. Passou uma semana cruzando dados e comparando hipóteses. Um dia, olhando suas anotações, achou uma pista: O homem levava menos tempo para comprar sorvete de Creme. Como era um sabor bastante pedido, o latão com Creme ficava à mão do atendente. Para pegar os outros sabores, tinha de lavar a concha, enxugá-la, dar alguns passos para pegar o sorvete e mais outros para entregá-los ao cliente. Além disso, o de Creme custava R$ 1,00. Os outros sabores, R$ 1,20. Como o homem nunca tinha 20 centavos trocados, quando comprava de Chocolate ou de Morango tinha de esperar para receber e conferir o troco. Isso representava 01 minuto a mais.

Com isso, o mistério ganhou nova configuração. Não se tratava de o carro gostar ou não de sorvete de Creme. A questão agora era: Por que ele não funcionava quando se levava menos tempo? O engenheiro abriu o motor, conectou aparelhos a várias peças e descobriu que havia um relé com uma ventoinha defeituosa, que causava um problema de resfriamento. Touché! (ou Eureka, se preferirem). Quando o homem comprava sabores como Flocos ou Pistache, a peça tinha mais tempo para se resfriar. Quando pedia de Creme, o serviço era mais rápido, o relé ainda estava quente e não funcionava. Estava esclarecido o mistério. Era só não embarcar nas aparências, estudar o problema com cuidado e encontrar o caminho certo.

Moral da história: Se você, caro amigo (a), se encontra desesperado, sem encontrar uma solução para seu problema, tenha calma. Coloque a cabeça para funcionar e analise os fatos. Por mais complicado que seja, não há problema sem solução.

Fonte

Carreira, Emprego, Objetivos

A fábula dos porcos assados (Falta de bom-senso)

Fonte e Direitos – Café Point

Certa vez, aconteceu um incêndio num bosque onde havia alguns porcos, que foram assados pelo fogo. Os homens, acostumados a comer carne crua, experimentaram e acharam deliciosa a carne assada. A partir daí, toda vez que queriam comer porco assado, incendiavam um bosque…

Mas o que quero contar é o que aconteceu quando tentaram mudar o “sistema” para implantar um novo. Fazia tempo que as coisas não iam lá muito bem: às vezes os animais ficavam queimados demais ou parcialmente crus. O processo preocupava muito a todos, porque se o “sistema” falhava, as perdas ocasionadas eram muito grandes – milhões eram os que se alimentavam de carne assada e também milhões os que se ocupavam com a tarefa de assá-los. Portanto, o “sistema” simplesmente não podia falhar. Mas, curiosamente, quanto mais crescia a escala do processo, tanto mais apareciam falhas e tanto maiores eram as perdas causadas.

Continuar lendo

Emprego, Importantes

O PRINCÍPIO 90 / 10 – Stephen Covey

Que princípio é este? Os 10% da vida estão relacionados com o que se passa com você, os outros 90% da vida estão relacionados com a forma como você reage ao que se passa com você.

O que isto quer dizer? Realmente, nós não temos controle sobre 10% do que nos sucede.

Não podemos evitar que o carro enguice, que o avião atrase, que o semáforo fique no vermelho. Mas, você é quem determinará os outros 90%.

Como? Com sua reação.

Exemplo: você está tomando o café da manhã com sua família.

Sua filha, ao pegar a xícara, deixa o café cair na sua camisa branca de trabalho.

Você não tem controle sobre isto. O que acontecerá em seguida será determinado por sua reação.

Então, você se irrita. Repreende severamente sua filha e ela começa a chorar.

Você censura sua esposa por ter colocado a xícara muito na beirada da mesa. E tem prosseguimento uma batalha verbal.

Contrariado e resmungando, você vai mudar de camisa. Quando volta, encontra sua filha chorando mais ainda e ela acaba perdendo o ônibus para a escola.

Sua esposa vai pro trabalho, também contrariada. Você tem de levar sua filha, de carro, pra escola. Como está atrasado, dirige em alta velocidade e é multado. Depois de 15 min. de atraso, uma discussão com o guarda de trânsito e uma multa, vocês chegam à escola, onde sua filha entra, sem se despedir de você. Ao chegar atrasado ao escritório, você percebe que esqueceu de sua maleta.

Seu dia começou mal e parece que ficará pior. Você fica ansioso pro dia acabar e quando chega em casa, sua esposa e filha estão de cara fechada, em silêncio e frias com você. Por quê? Por causa de sua reação ao acontecido no café da manhã.

Pense: por quê seu dia foi péssimo?

A) por causa do café?
B) por causa de sua filha?
C) por causa de sua esposa?
D) por causa da multa de trânsito?
E) por sua causa?

A resposta correta é a E.

Você não teve controle sobre o que aconteceu com o café, mas o modo como você reagiu naqueles 5 minutos foi o que deixou seu dia ruim.

O café cai na sua camisa. Sua filha começa a chorar. Então, você diz a ela, gentilmente: “Está bem, querida, você só precisa ter mais cuidado”.

Depois de pegar outra camisa e a pasta executiva, você volta, olha pela janela e vê sua filha pegando o ônibus.

Dá um sorriso e ela retribui, dando adeus com a mão.

Notou a diferença? Duas situações iguais, que terminam muito diferente. Por quê? Porque os outros 90% são determinados por sua reação.

Aqui temos um exemplo de como aplicar o Princípio 90/10. Se alguém diz algo negativo sobre você, não leve a sério, não deixe que os comentários negativos te afetem. Reaja apropriadamente e seu dia não ficará arruinado.

Como reagir a alguém que te atrapalha no trânsito? Você fica transtornado?

Golpeia o volante? Xinga? Sua pressão sobe? O que acontece se você perder o emprego? Por quê perder o sono e ficar tão chateado? Isto não funcionará. Use a energia da preocupação para procurar outro trabalho.

Seu vôo está atrasado, vai atrapalhar a sua programação do dia. Por quê manifestar frustração com o funcionário do aeroporto? Ele não pode fazer nada.

Use seu tempo para estudar, conhecer os outros passageiros. Estressar-se só piora as coisas.

Agora que você já conhece o Princípio 90/10, utilize-o. Você se surpreenderá com os resultados e não se arrependerá de usá-lo.
Milhares de pessoas estão sofrendo de um stress que não vale a pena, sofrimentos, problemas e dores de cabeça.
Todos devemos conhecer e praticar o Princípio 90/10.

Pode mudar a sua vida!

Para complementar o texto, segue uma historinha….

O colunista Sydney Harris acompanhava um amigo à banca de jornal. O amigo cumprimentou o jornaleiro amavelmente, mas como retorno recebeu um tratamento rude e grosseiro. Pegando o jornal que foi atirado em sua direção, o amigo de Sydney sorriu atenciosamente e desejou ao jornaleiro um bom final de semana. Quando os dois amigos desciam pela rua, o colunista perguntou:

– Ele sempre te trata com tanta grosseria?
– Sim, infelizmente é sempre assim.
– E você é sempre tão atencioso e amável com ele?
– Sim, sou.
– Por que você é tão educado, já que ele é tão rude com você?
– “Porque não quero que ele decida como eu devo agir. Nós somos nossos próprios donos”.

Não devemos nos curvar diante de qualquer vento que sopra, nem estar à mercê do mau humor, da mesquinharia, da impaciência e da raiva dos outros.

Não são os ambientes que nos transformam, e sim nós que transformamos os ambientes.

NINGUÉM PODE ESTRAGAR O SEU DIA, A MENOS QUE VOCÊ PERMITA!

Fonte: http://fmanha.com.br/

Carreira, Emprego, Segurança da Informação

Cinco tendências que influenciarão o mercado de segurança até 2020

Junior Galvão - MVP - Data Platform

digital

Os investimentos mundiais com segurança da informação atingirão US$ 75,4 bilhões em 2015. O montante representa um aumento de 4,7% em relação ao ano anterior. “Esse incremento é impulsionado por iniciativas governamentais, mudanças na legislação e violações de dados com elevado nível de sofisticação”, aponta o Gartner, responsável pela projeção.

A consultoria indica que os testes de segurança, a terceirização de TI e o gerenciamento de identidade e de acesso representam as principais oportunidades de crescimento para os fornecedores de tecnologia.

Segundo a projeção, os gastos com plataformas de proteção de terminais e sistemas direcionados para a segurança do consumidor estão apresentando indícios de comoditização.

“O interesse em tecnologias de segurança é cada vez mais estimulado por elementos do negócio digital, particularmente nuvem, computação móvel e Internet das Coisas, assim como pela sofisticação e pelo alto impacto de ataques direcionados”, comenta Elizabeth Kim, analista de pesquisas do Gartner, que acredita…

Ver o post original 468 mais palavras

Banco de Dados, Emprego, Eventos, Treinamentos

Talk Show – Encontro das Profissões

Participei do meu primeiro Talk Show (Encontro das Profissões) na Faculdade Evolução, achei interessante e gostaria de expor aqui o que foi comentado sobre a profissão de DBA

Profissionais entrevistados:
– Régis Melo (CTO / Desenvolvedor – GreenMile)
– Werlon Marques (Infra-Estrutura – Stefanini)
– Antônio Aldeir (Analista de Negócios – IVIA)
– Alex Souza (DBA – Grupo Granja Regina)

Perfil do DBA:
A maioria dos DBAs que conheço são pessoas organizadas, éticas, responsáveis, tranquilas e que gostam muito de estudar e de desafios! Muitas vezes considerado o chato da TI, pois lutam para que os dados da empresa, sejam o mais consistente, seguro e performático possível!

Sobre a profissão:
1. Se trata de um cargo de confiança, pois trabalhamos com o maior bem de uma empresa, seus dados!
2. Muitos perguntam, o que o DBA faz? A resposta é simples:
2.1 Ele mantém seus dados e informações disponíveis e consistentes sempre que precisarem.
2.2 Ele é aquele responsável por sua empresa não deixar de faturar nem um dia se quer ao ano!
2.3 Ele é responsável, em caso de um desastre, por recuperar todas suas informações com a maior brevidade possível.
2.4 Ele é responsável pela segurança de suas informações, para evitar acesso indevido, roubo e até mesmo sequestro das mesmas, que está ocorrendo com frequência nos últimos dias!
2.5 Ele é responsável por manter e garantir a melhor performance possível de suas aplicações no que se trata de BD. Muitas vezes não tem muito o que fazer, caso o problema esteja na forma que a aplicação foi escrita, ou a forma em que o banco de dados está desenhado e etc…

Perguntas:
1. E ai, o DBA morde?
O DBA não morde, apenas presa pelos dados da empresa! E isso nos torna protetores de nossos bancos de dados! Defendendo-os de possíveis inconsistências, informações desnecessárias, procedimentos não performático e acessos indevidos (internos/externos)

2. Qual a melhor forma de analisar um projeto para definir qual SGBD é melhor para usar no projeto?
A escolha do banco de dados a ser usado em um projeto, varia das especificações e necessidades do projeto! Por exemplo, um projeto de um sistema web de pequeno porte, que será usado por 10 pessoas que utilizará o sistema de segunda a sexta das 8 as 17hs, pode ser usar por exemplo o MYSQL.
Já um projeto de um sistema que trabalha 24X7, que o intervalo de indisponibilidade seja próximo a 0, que contenha milhares de usuários, esses devem utilizar bancos de dados de maior porte, como por exemplo: SQL Server, ORACLE…

3. Faixa Salarial?
O mercado de trabalho em nossa região e estado, para a profissão de DBA, é bem restrito. Poucas são as empresas que tem um DBA em sua equipe, esses profissionais se encontram em empresas de grande porte e empresas que prestam serviços de TI, como podemos citar como exemplo a IVIA.

Mas focamos que o importante não é o salario e sim, de degrau em degrau ir conquistando o seu espaço, com muito estudo e determinação!

4. Qual o grau de contato com usuários?
Na empresa que trabalho atualmente, o contato do DBA com os usuários praticamente não existe, o contato é direto com os analistas de negócios e desenvolvedores de soluções!
Foge um pouco dessa linha quando se entra no assunto de Business Intelligence, onde o DBA tem um contato direto com analistas de custos e cargos estratégicos da empresa!

Perguntas rápidas:
– Certificação ou Graduação
— As 2 são importantes, acho que complementam-se!

– Profissionais Especialistas ou Generalistas
— Na area de BD minha opinião é Especialista, não somente de 1 SGBD, mas de pelo menos 2 e conhecimento geral nos demais e ferramentas do mercado.

– Plataforma Windows ou Linux
— Windows, atualmente trabalho nessa plataforma! e sei do potencial também da outra plataforma!

– Aplicação Desktop ou Web
— Levando pelo lado de performance e segurança, votei em Desktop, mas Web as vezes é necessário dependendo do ambiente e projeto!

– Armazenamento em Nuvem ou Local?
— Local (segurança)

 

IMG-20151013-WA0012

Emprego, Importantes, Objetivos

Resolvendo problemas

A habilidade de resolver problemas, tanto no plano pessoal como profissional é uma característica que pode proporcionar bons resultados em diversos aspectos de nossas vidas.  Vejo claramente que diversas pessoas já tem “o dom” de resolução de problemas, agindo de maneira natural em meio a adversidade e focando no resultado mesmo que este só possa ser alcançado a longo prazo.

Acredito que esta habilidade, assim como diversas outras, pode ser aprendida ou aprimorada através de um pouco de disciplina, paciência e bastante trabalho. Estou escrevendo este post não apenas por vontade pessoal mas também como roadmap para um plano pessoal de melhoria e consolidação de uma  meta.

Mentalização

Encarar tudo na vida como um problema não é bom e pode levar a poucas realizações. Ninguém gosta de ficar perto de pessoas que só reclamam da vida e estão sempre se queixando de tudo. Pare de dar desculpas e comece a focar na solução, não no problema. Passe a enxergar os problemas como oportunidades. Além de melhores resultados, talvez a vida pareça mais divertida.

Controle a ansiedade
Uma grande dificuldade pra mim, e acredito que outras pessoas vão se identificar com isso, é o controle da ansiedade. Quando encontramos problemas que estão além de nossa capacidade ou conhecimento (ou às vezes achamos que estão), o sentimento de ansiedade pode bater e é necessário controlá-lo. Se a ansiedade tomar conta, o grau de dificuldade pode aumentar ainda mais, tornando os problemas insolúveis pelo menos aos nosso olhos.

Outra situação, é quando os problemas se empilham e ficamos sobrecarregados. Se na sua vida profissional você está com uma lista de tarefas muito grande,converse com seu chefe para definir as prioridades. Na vida pessoal podemos enfrentar problemas de saúde e dificuldades financeiras ao mesmo tempo. Se pensarmos que nada tem solução e que não podemos fazer nada, então nada será resolvido. Peça ajuda aos familiares, converse com as pessoas que estão próximas.Uma boa conversa é um dos primeiros passos para a solução.

Nem sempre conseguimos agir com calma e clareza quando resolvemos um problema pois podemos estar sendo pressionados ou simplesmente o problema tem uma urgência alta que requer uma ação imediata, porém já estamos envolvidos em outras tarefas. As pessoas que conseguem manter a calma e focar na solução em situações de emergência, conseguem se salvar e as vezes até salvar os outros, mesmo em grandes desastres.

Dividir para conquistar
Como alguns leitores sabem (não são muitos, mas estão por aí…), estou fazendo a pós-graduação em gerenciamento de projetos e uma das tarefas do gerente de projetos é justamente segmentar tudo que precisa ser feito (ou “resolvido”) e organizar em um cronograma definindo prazos e responsabilidades. É o que podemos chamar de segmentação, e este método permite resolver problemas muito grandes com efetividade.

Isto pode ser aplicado para tudo em nossas vidas, como a aquisição de bens e patrimônios através de compras parceladas (lembrando sempre de considerar o seu orçamento pessoal), conclusão de um curso de graduação, uma pós-graduação e até mesmo a ampliação da família.

Separe os problemas
Isso é muito importante, e assim como todas as coisas importantes, não é fácil de realizar. Não deixe problemas do trabalho interferir na sua vida pessoal e vice-versa. Separe os problemas, e deixe as situações do trabalho para resolver no trabalho e as coisas da casa para resolver em casa. Isso pode ser um pouco difícil, mas pode ser feito. Uma coisa que acredito que pode ajudar você a fazer isso é ter um hobby ou algum tipo de lazer que o ajude a esquecer os problemas do trabalho.

Para focar nos problemas do trabalho, procure chegar cedo, e tire alguns minutos para planejar o seu dia, listar as tarefas e definir o plano de ação do dia. Antes de ir embora, liste as tarefas que ficaram inacabadas, e deixe a sua mesa organizada. Chegar no dia seguinte e já encontrar tudo bagunçada é um péssimo jeito de começar o dia.

Como fazer
Existem diversos métodos para organização pessoal, este não é o foco principal do post, mas você pode encontrar diversos artigos sobre organização e produtividade pessoal no Efetividade.net. Claro que não precisamos e as vezes nem podemos, projetar a solução de tudo em nossas vidas. Imagine abrir o WS Chart Pro para planejarmos uma ida ao supermercado. Acredito que as compras do mês seriam realizadas com grande efetividade, mas seria como usar um míssil para matar uma barata.

Comece classificando os problemas por dificuldade e urgência, este é o primeiro e mais importante passo. Encontre os problemas urgentes e que precisam de sua atenção imediata, e deixe os menos urgentes para depois na sua fila de atividades. Depois, separe os problemas por complexidade e resolva primeiro os mais fáceis, partindo então para os mais complexos. Para realizar isto, toda iniciativa é valida: planilhas, cadernos, to-do lists na internet, google calendar, enfim…o céu é o limite.

Podemos aplicar este método para a realização de uma prova por exemplo:

  • Classificar as questões por dificuldade
  • Classificar as questões por pontuação
  • Resolver as questões mais fáceis com maior pontuação
  • Resolver as questões mais fáceis com menor pontuação
  • Resolver as questões mais difíceis com maior pontuação
  • Resolver as questões mais difíceis com menor pontuação

Parece simples, não? Na verdade é, mas nem sempre pensamos assim no dia-a-dia.

Problemas Maiores…
Além de dividir para conquistar e da classificação dos problemas, podemos utilizar outras estratégias para os problemas de maior complexidade:

  • Distanciamento: procure entender o problema de longe, se desvinculando emocionalmente da situação. Se envolver emocionalmente, pode fazer com que o problema pareça não ter solução.
  • Compartilhamento: discuta o problema com outras pessoas, escute o ponto de vista de quem você conhece e confia
  • Equilíbrio: reflita sobre o problema e sua possíveis soluções.Analise cada solução e pondere sobre os prós e contras e as possíveis consequências de cada decisão. Acima de tudo, não tome decisões precipitadas.

Espero que estas dicas ajudem você a resolver os problemas na sua vida. Caso os problemas na sua vida profissional estejam se multiplicando e mesmo organizando as tarefas com as sugestões apresentadas a pressão e os problemas só crescem, converse com seu chefe. Se mesmo assim a pressão só aumenta e isto começou a afetar outros aspectos da sua vida, análise se não é hora de mudar de emprego. Claro, mudar de emprego é uma decisão que deve ser muito pensada, e quando sair é tão importante quanto saber como sair. Sair quando está tudo pegando fogo, sempre pega muito mal e você será lembrado como a pessoa que fugiu na hora “H”. Mantenha-se sempre atualizado e qualificado, pois um profissional capacitado e devidamente certificado, geralmente tem opções. Claro, não se esqueça da dica que fala sobre equilíbrio: “evite tomar decisões precipitadas”.

O mesmo vale para sua vida pessoal. Converse com os seus familiares, o diálogo é sempre a melhor política, mas saiba cobrar os resultados e as promessas de mudança.