Dados, Data Science, Segurança da Informação, SQL Server

Microsoft libera nova preview do SQL Server 2019 denominada 2.4

Junior Galvão - MVP - Data Platform

Ontem a Microsoft através do seu time MSSQLTiger, disponibilizou a nova versão preview da próxima versão do Microsoft SQL Server 2019.

Este novo preview foi batizado de SQL Server 2019 2.4 (quinta versão), vale ressaltar que nos últimos meses a Microsoft vem trabalhando fortemente para liberação de novas versões preliminares.

Novidades

Um dos destaques desta nova versão preliminar faz referência a integração do SQL Server com o Apache Spark™ e o HDFS com o SQL Server, criando assim  uma nova plataforma de dados unificada, que possibilita um grande salto no produto relacionado com os novos padrões de dados e processamento em larga escala.

Segundo informações fornecidas pela Microsoft, o SQL Server 2019 oferece mais segurança, disponibilidade e desempenho para todas as cargas de dados, além de trazer novas ferramentas de conformidade (relacionadas a GDPR e LGPD), melhor desempenho em hardware moderno e alta disponibilidade em Windows, Linux e contêineres.

Ver o post original 277 mais palavras

Anúncios
Big Data, Dados

O que se faz em 1 minuto na Internet?

O infográfico abaixo, de @LoriLewis e @OfficiallyChadd agrega a atividade online de bilhões de pessoas globalmente, para ver como um minuto na Internet se parece.

internet-minute-820

 

In 60 Seconds em 2016

Big Data, Dados, Segurança da Informação

Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)

LEI Nº 13.709, DE 14 DE AGOSTO DE 2018
Dispõe sobre a proteção de dados pessoais e altera a Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014 (Marco Civil da Internet).

No dia 14/08/2018 foi sancionada a Lei de Proteção de Dados, selecionei duas matérias que julgo importante e nos dá uma base de como funcionará essa lei, que entra em vigor em 18 meses.

Vejam as matérias abaixo:

Fonte e direitos: Tecnoblog

O presidente Michel Temer sancionou nesta terça-feira (14) o projeto de lei da Câmara 53/2018, que estabelece regras para a coleta e o tratamento de dados pessoais no Brasil. A lei, que entra em vigor daqui a 18 meses, é inspirada no Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR), que passou a valer na União Europeia em maio com o objetivo de assegurar a privacidade dos cidadãos.

A autoridade que seria criada para garantir a aplicação da lei, batizada de Agência Nacional de Proteção de Dados (ANPD), foi vetada por ser inconstitucional. Temer diz que houve “vício de iniciativa”, ou seja, a proposta não partiu do órgão competente. O presidente afirma, no entanto, que vai enviar ao Congresso um projeto sobre o mesmo tema, proposto pelo Executivo.

O que muda com a lei de proteção de dados pessoais

Continue lendo

Banco de Dados, Dados, Disponibilidade

Gestão de Dados: 10 questões básicas sobre seu uso

Em tempos de Big Data, a Gestão de Dados começa a despertar o interesse das empresas brasileiras. Este artigo esclarece uma lista com dez questões básicas sobre o uso e a adoção da disciplina Gestão de Dados nas empresas brasileiras.

Autor: Bergson Lopes

Os 10 pontos sitados no artigo são os seguintes:

1 – Afinal, qual o termo correto: Gestão de Dados ou Gestão da Informação?
2 – A preocupação em gerir os dados das empresas é algo novo?
3 – Quais as premissas da Gestão de Dados?
4 – Quais as funções relacionadas à gestão de dados?
5 – Qual a diferença entre Gestão de Dados e Governança de Dados?
6 – Quais os principais ganhos de uma gestão de dados eficiente? A Gestão de Dados gera vantagem competitiva para as empresas?
7 – Quais perfis profissionais são necessários para promover a Gestão de Dados nas empresas?
8 – O que considerar na escolha de um funcionário? Qual a formação do profissional para o setor?
9 – O que é mais viável: fazer a gestão dos dados com recursos internos ou contratar empresas especializadas?
10 – A Gestão de Dados é mais uma moda ou veio realmente para ficar?

Veja o artigo na integra clicando aqui!

image02

Dados, Data Science

Data-driven precisa ser cultura e não um projeto.

CAPPRA DATA SCIENCE

Está na moda, todos querem ser data-driven.

Existem muitas ferramentas para geração de insights, análises de dados e monitoramento de performance. Já é possível comprar produtos analíticos prontos de mercado, criar algoritmos e usar inteligência artificial no dia-a-dia.
Isso não é mais uma novidade.
A novidade está em transformar isso em cultura, e deixar de ser um instrumento para uso eventual. 

São dois principais lados envolvidos nesse processo:
De um lado, times analíticos produzindo/comprando soluções de dados.
Do outro lado, times de negócio tentando usar isso no dia-a-dia.

No final do dia, o conflito.
De um lado, “fico aqui comprando/criando produtos incríveis e eles não usam”
Do outro lado, “eles criam esse monte de coisa mas não resolvem os problemas de negócio”

Vemos isso no mercado o tempo todo, é o tradicional cabo de guerra da ferramenta versus o problema de negócio, sempre foi assim, com…

Ver o post original 278 mais palavras

BI, Big Data, Dados, Data Science

McKinsey: Competindo em um Mundo Guiado por Dados

Fonte: O futuro das coisas

Conforme O futuro das coisas, o novo report da McKinsey Global Institute explora a fundo como a tecnologia digital está impactando a produtividade, o crescimento e a competitividade no nosso mundo. Também mostra quais as oportunidades que estão em jogo para as empresas.

The Age of Analytics: Competing In A Data-Driven World é um report (136 páginas PDF) baseado em mais de cinco anos de pesquisa em dados e analytics.

Nestes 5 anos, eles observaram como a adoção da ciência de dados acelerou especificamente as áreas de aprendizagem de máquina (machine learning) e de aprendizagem profunda (deep learning).

Dentre as análises, a McKinsey identificou 120 usos potenciais do aprendizado de máquina em 12 indústrias, além de ter realizado uma pesquisa com mais de 600 especialistas dessas indústrias para entender o que acham sobre o potencial impacto dessa tecnologia.

A descoberta mais surpreendente foi a extraordinária amplitude das potenciais aplicações da aprendizagem de máquina; Cada uma dessas aplicações foi identificada como sendo uma das três primeiras em uma determinada indústria por pelo menos um especialista dessa indústria.

Os pesquisadores da McKinsey então plotaram as 120 aplicações mais importantes no mapa abaixo. O eixo Y mostra o volume de dados disponíveis (abrangendo amplitude e freqüência), enquanto o eixo X mostra o potencial impacto dessa tecnologia, com base nas pesquisas feitas com os mais de 600 especialistas dessas indústrias.

Os usos específicos que combinam riqueza de dados com maiores oportunidades são as bolhas maiores no quadrante superior direito do gráfico. Estas representam áreas onde as empresas deveriam priorizar o uso da aprendizagem de máquina e se preparar para uma transformação que começa a acontecer.

Alguns dos usos de maior oportunidade são: publicidade personalizada; veículos autônomos; otimização de preços, rotas e programação com base em dados em tempo real em viagens e logística; previsão de resultados de saúde personalizada; e otimização de estratégias de merchandising no varejo.

Continue lendo

Banco de Dados, Dados

Enquete – Qual o maior banco de dados da sua empresa?

Vitor Fava

Galera,

Hoje quero novamente a ajuda de vocês para responder mais uma enquete do blog.

Gostaria de saber qual o tamanho do maior banco de dados existente na sua empresa atualmente e que esteja em uma instância de banco de dados SQL Server.

Não esqueçam que no dia 27/01, a partir das 23:00, teremos mais um webcast sobre SQL Server e desta vez nosso convidado será o Thiago Alencar, PFE da Microsoft e especialista na ferramenta.

Neste webcast serão discutidas algumas das novidades do SQL Server 2016 e como implementá-las.

Caso tenham interesse em participar, basta acessar o link abaixo e cadastrar o evento em sua agenda:

Novidades do SQL Server 2016

Também será possível acessar diretamente o link abaixo no horário do evento:

Youtube=>http://www.youtube.com/watch?v=IS1rzfSlaJk

Espero a participação de todos e não deixem de inscreverem-se no blog, no canal do youtube e no grupo de discussão SQLManiacs.

Grande…

Ver o post original 1 mais palavra

Dados, Segurança da Informação, SQL Server, SQL Server 2016

SQL Server 2016 – Implementando o Data Masking

Vitor Fava

Galera,

No vídeo de hoje quero demonstrar como funciona o mascaramento de dados dinâmicos no SQL Server 2016.

Caso tenha interesse em montar o cenário descrito no vídeo, basta utilizar o script abaixo:

Espero que gostem e não deixem de inscreverem-se no blog, no canal do youtube e no grupo de discussão SQLManiacs.

Grande abraço.

Ver o post original