Importantes

Retrospectiva 2018

Para mim o ano de 2018 se resume em uma palavra: Dedicação.

Dedicação: Dedique seu tempo e esforços em seus objetivos..

Algumas informações sobre o Blog:
Uso o blog como um repositório de links, que tem como objetivo, disseminar conhecimento em áreas relacionadas a TI (IA, BI, BD, GTI…) e agradeço a todos que acessam e interagem com o blog, muito obrigado!

Acessos: + 45.980 visualizações
Países: 74 Países
Posts: 20

E foi assim 2018, muito trabalho, estudo, conquistas, desafios, dificuldades e muitos momentos longe da família e amigos, mas sempre com muita Dedicação e foco nos objetivos!

Feliz Ano Novo a todos!
Alex Souza

Banco de Dados, Big Data, Importantes, Projeto

GDPR: a nova lei cibernética que pode afetar todo o mundo

A GDPR é uma nova lei europeia que entrará em vigor nos próximos dias. Ao reforçar as proteções de dados dos cidadãos da Europa, todas as empresas de pequeno, médio e grande porte terão que investir em cibersegurança. E não são apenas empresas locais: companhias de todo o mundo que têm negócios com a Europa precisarão se adequar. Ou seja, a mudança é global.

*** Entrará em vigor no dia 25 de Maio de 2018 ***

“A lei é clara: vazamentos de dados devem ser informados à DPA (comissão de proteção de dados) em até 72 horas e aos clientes afetados ‘sem demora injustificada'”

“Basicamente, as companhias terão que correr para aprender a proteger de maneira correta os dados de clientes”

Os 3 Pilares:
1. Governança de dados
2. Gestão de dados, que diz respeito à forma como tratar das atividades de processamento
3. Transparência de dados

E no Brasil?

Vejam a matéria completa clicando na imagem abaixo, ou no seguinte link.

gdpr

Big Data, Data Science, Importantes, Software Livre

7 ferramentas gratuitas de análise de dados que você deve conhecer

O software de análise de dados não precisa custar muito para ser eficaz. Essas ferramentas gratuitas podem ajudar as empresas a descobrir novos insights e obter previsões valiosas a partir de várias fontes de dados.

São eles (em ordem alfabética)
1 -DataMelt
2 – KNIME Analytics Platform
3 – OpenRefine
4 – Orange
5 – R
6 – Tableau Public
7 – Trifacta Wrangler

Maiores detalhes clicando na matéria completa (imagem abaixo ou no neste link)

Computadores e a Internet, Emprego, Importantes

O que é blockchain?

blockchain é uma rede que funciona com blocos encadeados muito seguros que bitcoinssempre carregam um conteúdo junto a uma impressão digital. No caso do bitcoin, esse conteúdo é uma transação financeira. A sacada aqui é que o bloco posterior vai conter a impressão digital do anterior mais seu próprio conteúdo e, com essas duas informações, gerar sua própria impressão digital. E assim por diante. (+)
Além de confiança, outras palavras que ouvi muito nas palestras sobre blockchain que eu frequentei foram responsabilidade, transparência e segurança. Principalmente por conta desses quatro conceitos principais de blockchain, apresentados por André Salem (pesquisador da IBM):
Ledger distribuído: o livro-razão, sistema de registro das transações e blocos, é compartilhado por toda a rede e todos podem ver;
Privacidade: é possível garantir a visibilidade adequada para a rede, já que as transações conseguem ser verificáveis. O termo “adequado” é importante; no bitcoin, todas as informações da transação são públicas. No blockchain, partes sensíveis do ledger podem ser ocultadas (como o endereço de alguém), sem prejudicar a verificação do bloco;
Contrato inteligente: um documento que não pode ser alterado depois de escrito. É possível firmar contratos e autorizar (ou não) transações de acordo com os termos estabelecidos;
Consenso: as transações são verificadas pelos participantes da rede e não podem ser fraudadas; (+)

 

IOTA Gráfico de Preços US Dollar (IOT/USD)

 

Como comprar e vender Bitcoins

Emprego, Importantes

O PRINCÍPIO 90 / 10 – Stephen Covey

Que princípio é este? Os 10% da vida estão relacionados com o que se passa com você, os outros 90% da vida estão relacionados com a forma como você reage ao que se passa com você.

O que isto quer dizer? Realmente, nós não temos controle sobre 10% do que nos sucede.

Não podemos evitar que o carro enguice, que o avião atrase, que o semáforo fique no vermelho. Mas, você é quem determinará os outros 90%.

Como? Com sua reação.

Exemplo: você está tomando o café da manhã com sua família.

Sua filha, ao pegar a xícara, deixa o café cair na sua camisa branca de trabalho.

Você não tem controle sobre isto. O que acontecerá em seguida será determinado por sua reação.

Então, você se irrita. Repreende severamente sua filha e ela começa a chorar.

Você censura sua esposa por ter colocado a xícara muito na beirada da mesa. E tem prosseguimento uma batalha verbal.

Contrariado e resmungando, você vai mudar de camisa. Quando volta, encontra sua filha chorando mais ainda e ela acaba perdendo o ônibus para a escola.

Sua esposa vai pro trabalho, também contrariada. Você tem de levar sua filha, de carro, pra escola. Como está atrasado, dirige em alta velocidade e é multado. Depois de 15 min. de atraso, uma discussão com o guarda de trânsito e uma multa, vocês chegam à escola, onde sua filha entra, sem se despedir de você. Ao chegar atrasado ao escritório, você percebe que esqueceu de sua maleta.

Seu dia começou mal e parece que ficará pior. Você fica ansioso pro dia acabar e quando chega em casa, sua esposa e filha estão de cara fechada, em silêncio e frias com você. Por quê? Por causa de sua reação ao acontecido no café da manhã.

Pense: por quê seu dia foi péssimo?

A) por causa do café?
B) por causa de sua filha?
C) por causa de sua esposa?
D) por causa da multa de trânsito?
E) por sua causa?

A resposta correta é a E.

Você não teve controle sobre o que aconteceu com o café, mas o modo como você reagiu naqueles 5 minutos foi o que deixou seu dia ruim.

O café cai na sua camisa. Sua filha começa a chorar. Então, você diz a ela, gentilmente: “Está bem, querida, você só precisa ter mais cuidado”.

Depois de pegar outra camisa e a pasta executiva, você volta, olha pela janela e vê sua filha pegando o ônibus.

Dá um sorriso e ela retribui, dando adeus com a mão.

Notou a diferença? Duas situações iguais, que terminam muito diferente. Por quê? Porque os outros 90% são determinados por sua reação.

Aqui temos um exemplo de como aplicar o Princípio 90/10. Se alguém diz algo negativo sobre você, não leve a sério, não deixe que os comentários negativos te afetem. Reaja apropriadamente e seu dia não ficará arruinado.

Como reagir a alguém que te atrapalha no trânsito? Você fica transtornado?

Golpeia o volante? Xinga? Sua pressão sobe? O que acontece se você perder o emprego? Por quê perder o sono e ficar tão chateado? Isto não funcionará. Use a energia da preocupação para procurar outro trabalho.

Seu vôo está atrasado, vai atrapalhar a sua programação do dia. Por quê manifestar frustração com o funcionário do aeroporto? Ele não pode fazer nada.

Use seu tempo para estudar, conhecer os outros passageiros. Estressar-se só piora as coisas.

Agora que você já conhece o Princípio 90/10, utilize-o. Você se surpreenderá com os resultados e não se arrependerá de usá-lo.
Milhares de pessoas estão sofrendo de um stress que não vale a pena, sofrimentos, problemas e dores de cabeça.
Todos devemos conhecer e praticar o Princípio 90/10.

Pode mudar a sua vida!

Para complementar o texto, segue uma historinha….

O colunista Sydney Harris acompanhava um amigo à banca de jornal. O amigo cumprimentou o jornaleiro amavelmente, mas como retorno recebeu um tratamento rude e grosseiro. Pegando o jornal que foi atirado em sua direção, o amigo de Sydney sorriu atenciosamente e desejou ao jornaleiro um bom final de semana. Quando os dois amigos desciam pela rua, o colunista perguntou:

– Ele sempre te trata com tanta grosseria?
– Sim, infelizmente é sempre assim.
– E você é sempre tão atencioso e amável com ele?
– Sim, sou.
– Por que você é tão educado, já que ele é tão rude com você?
– “Porque não quero que ele decida como eu devo agir. Nós somos nossos próprios donos”.

Não devemos nos curvar diante de qualquer vento que sopra, nem estar à mercê do mau humor, da mesquinharia, da impaciência e da raiva dos outros.

Não são os ambientes que nos transformam, e sim nós que transformamos os ambientes.

NINGUÉM PODE ESTRAGAR O SEU DIA, A MENOS QUE VOCÊ PERMITA!

Fonte: http://fmanha.com.br/

Backups, Banco de Dados, Base Corrompida, Consultoria em banco de dados, Disaster e Recovery, Importantes

Perda de dados custa às empresas brasileiras US$ 26 bilhões em 12 meses

L&A Soluções – Consultoria em Banco de Dados SQL Server ( Suas informações em boas mãos! )

Companhias tiveram 17 horas de tempo de inatividade inesperado no período, o que acarretou consequências perda de receita e atrasos no desenvolvimento de produtos

A perda de dados e tempo de inatividade custou aproximadamente US$ 26 bilhões às empresas brasileiras no último ano. Mundialmente, o montante foi de US$ 1,7 trilhão. É o que apontou um estudo encomendado pela EMC, que indica que 62% dos profissionais de TI do Brasil não confiam integralmente em sua capacidade de recuperar informações após um incidente.

Além disso, 61% das organizações não têm plano de recuperação de desastres para cargas de trabalho emergentes; e apenas 4% têm planos para big data, nuvem híbrida e dispositivos móveis. De acordo com o levantamento, “nenhuma das organizações do Brasil são ‘Líderes’ em proteção de dados; 9% são ‘Adotantes’; 91% estão desatualizadas”, informa a fabricante.

Apesar de o número de incidentes estar em queda, o volume de dados perdidos por incidente cresce exponencialmente. De acordo com o estudo, 59% das empresas pesquisadas passaram por perda de dados ou tempo de inatividade nos últimos 12 meses.

Na média, as empresas tiveram 17 horas (mais de dois dias de trabalho) de tempo de inatividade inesperado no período, o que acarretou consequências perda de receita e atrasos no desenvolvimento de produtos.

Segundo a pesquisa, empresas com três ou mais fornecedores perderam quase cinco vezes mais dados em comparação com as que têm estratégia de um só fornecedor.

“As empresas com três fornecedores também tenderam a gastar, em média, US$ 15 milhões a mais na infraestrutura de proteção de dados, em comparação com as que têm apenas um”, informa o relatório.

O EMC Global Data Protection Index, realizado pela Vanson Bourne, pesquisou 3,3 mil responsáveis por decisões de TI de médias a grandes empresas em 24 países entre agosto e setembro de 2014.

Fonte: Site Computerworld

Carreira, Importantes, Palestras

PREFÁCIO do Livro: Problemas? Oba! (Problemas, Solução, Crescimento e Futuro X Insegurança e Covardia)

Ola pessoal!109870835G1
Abaixo um trecho do PREFÁCIO do Livro: Problemas? Oba! A Revolução para Você Vencer no Mundo dos Negócios que achei muito interessante e compartilho aqui com vocês!

Todos os direitos são reservados ao autor do livro:  Roberto Shinyashiki e ao Sérgio Valente que escreveu o Prefácio deste livro!
O trecho do livro, abaixo descrito, foi retirado do site: Prosa Interativa.

Era uma vez, há muitos e muito anos, um reino beeeem distante (talvez não tão distante quanto você imagine) disputado por duas famílias. Duas famílias que dividiam os poderes do reino do Crescimento. Duas famílias que, na verdade, não se gostavam muito, mas se completavam muito bem. Mesmo porque os filhos, ah os filhos !, se amavam loucamente.

O príncipe Problema era um pouco mais velho. Tinha nascido antes. Mas a princesa Solução era linda, era tudo com que Problema sonhava. Aonde Problema ia, desde pequenininho, Solução acompanhava, meio escondida, principalmente quando Problema ainda era pequeno.

Solução tinha esse dom meio mágico, conseguia se esconder, mas, quando era descoberta, ah!, ela se revelava realmente linda. E Problema, vendo a beleza radiante de Solução, quase que se escondia atrás dela.

Eram completos juntos. Quanto mais crescia, mais Problema conquistava novos reinos e admiradores, tendo ao seu lado a radiante Solução, que sempre o acompanhava nas contendas que enfrentavam.

Cresceram em idade e em amor. Já não havia um sem o outro. E o reino do Crescimento tomou um tamanho nunca visto antes, pois, com os príncipes apaixonados Problema e Solução, tudo era resultado.

Mas um dia ( já percebeu que toda historia tem um “mas um dia”?) o reino foi invadido pela esquadra das irmãs Insegurança e Covardia (um braço da família que havia sumido por um tempo, mas estava lá, planejando a sua volta e a sua vingança contra o reino do Crescimento).

Veja que tristeza, pouco antes do casamento dos príncipes, Solução foi sequestrada.

Ninguém viu. Ninguém soube. Ninguém ajudou. E o reino feneceu.

Problema ficou ranzinza. Ninguém suportava conversar com ele. Problema, sem Solução, era insuportável, todos no reino já quase esqueciam como aquele garboso e vigoroso príncipe Problema era generoso quando acompanhado da princesa Solução. Mas ele estava só e, quanto mais só ficava, mais só era deixado e mais ranzinza se tornava.

Durante muito, muito tempo, todos no reino passaram ate a ter medo do príncipe Problema. Quando ele surgia, todos fugiam. E, quanto mais só ficava, mais só era deixado e mais ranzinza se tornava.

Do outro lado do mundo, a princesa Solução, depois de muito tempo, conseguiu burlar as irmãs Insegurança e Covardia e fugiu do cativeiro, mas foi amaldiçoada pelas irmãs com uma magia muito má.

Coitada, ficou errante. Solução, em busca de um Problema, não resolvia nada, não fazia ninguém feliz. Solução iludida pela magia das irmãs, ainda via Problema aonde não existia nada, somente para completar-se.

Veja, que tristeza: Solução estava tão perto, mas escondida (lembra que ela sempre teve uma capacidade enorme de se fazer desaparecer até o último momento em que, nesse caso, nunca chegava ?). Problema tão perto, mas sozinho, reclamando, na torre de seu castelo, onde ninguém tinha coragem de chegar perto.

Um tormento. Dois tormentos. Problema, sem ter a sua solução. Solução, tentando descobrir o seu problema. E o reino fenecendo (adoro essa palavra, acho tão “era uma vez” – mas segue a historia).

Até que um dia, escreveram um livro. Um livro mágico. Um livro tão poderoso, escrito por um mago da região que iluminava tudo. E, quanto mais lido, mais poderoso se tornava. E todos no reino começaram a ver.

Problema na verdade era mal compreendido. Ele era aquele mesmo ser adorado que ajudava a todos e tinha feito o reino crescer tanto. Um a um, todos no reino começaram a visitá-lo.

No início foi difícil mesmo, mas, quanto mais pessoas encaravam Problema, mais se encantavam com as possibilidades que havia perto dele.

Graças a esse livro mágico, Problema passou a ser tão amado, tão amado, que seu coração começou a irradiar um luz tão forte, mas tão forte, que destruiu a magia das irmãs malévolas, e Solução, deixando-se guiar pela luz de Problema, revelou-se em todo o seu esplendor na porta do castelo. Problema levantou de onde estava. Solução irrompeu sala adentro. E …

Ah a felicidade do encontro! Quando Problema e Solução se encontraram, amaram-se loucamente, trazendo felicidade para todo o reino.

Pouco tempo depois tiveram um filho: Futuro. E Futuro tornou-se o reino mais justo, sábio e poderoso de toda a história. E fez todo o reino crescer com ele. Pois guardava todo o poder do pai, Problema, e toda a ternura da mãe, Solução.”

Emprego, Importantes, Objetivos

Resolvendo problemas

A habilidade de resolver problemas, tanto no plano pessoal como profissional é uma característica que pode proporcionar bons resultados em diversos aspectos de nossas vidas.  Vejo claramente que diversas pessoas já tem “o dom” de resolução de problemas, agindo de maneira natural em meio a adversidade e focando no resultado mesmo que este só possa ser alcançado a longo prazo.

Acredito que esta habilidade, assim como diversas outras, pode ser aprendida ou aprimorada através de um pouco de disciplina, paciência e bastante trabalho. Estou escrevendo este post não apenas por vontade pessoal mas também como roadmap para um plano pessoal de melhoria e consolidação de uma  meta.

Mentalização

Encarar tudo na vida como um problema não é bom e pode levar a poucas realizações. Ninguém gosta de ficar perto de pessoas que só reclamam da vida e estão sempre se queixando de tudo. Pare de dar desculpas e comece a focar na solução, não no problema. Passe a enxergar os problemas como oportunidades. Além de melhores resultados, talvez a vida pareça mais divertida.

Controle a ansiedade
Uma grande dificuldade pra mim, e acredito que outras pessoas vão se identificar com isso, é o controle da ansiedade. Quando encontramos problemas que estão além de nossa capacidade ou conhecimento (ou às vezes achamos que estão), o sentimento de ansiedade pode bater e é necessário controlá-lo. Se a ansiedade tomar conta, o grau de dificuldade pode aumentar ainda mais, tornando os problemas insolúveis pelo menos aos nosso olhos.

Outra situação, é quando os problemas se empilham e ficamos sobrecarregados. Se na sua vida profissional você está com uma lista de tarefas muito grande,converse com seu chefe para definir as prioridades. Na vida pessoal podemos enfrentar problemas de saúde e dificuldades financeiras ao mesmo tempo. Se pensarmos que nada tem solução e que não podemos fazer nada, então nada será resolvido. Peça ajuda aos familiares, converse com as pessoas que estão próximas.Uma boa conversa é um dos primeiros passos para a solução.

Nem sempre conseguimos agir com calma e clareza quando resolvemos um problema pois podemos estar sendo pressionados ou simplesmente o problema tem uma urgência alta que requer uma ação imediata, porém já estamos envolvidos em outras tarefas. As pessoas que conseguem manter a calma e focar na solução em situações de emergência, conseguem se salvar e as vezes até salvar os outros, mesmo em grandes desastres.

Dividir para conquistar
Como alguns leitores sabem (não são muitos, mas estão por aí…), estou fazendo a pós-graduação em gerenciamento de projetos e uma das tarefas do gerente de projetos é justamente segmentar tudo que precisa ser feito (ou “resolvido”) e organizar em um cronograma definindo prazos e responsabilidades. É o que podemos chamar de segmentação, e este método permite resolver problemas muito grandes com efetividade.

Isto pode ser aplicado para tudo em nossas vidas, como a aquisição de bens e patrimônios através de compras parceladas (lembrando sempre de considerar o seu orçamento pessoal), conclusão de um curso de graduação, uma pós-graduação e até mesmo a ampliação da família.

Separe os problemas
Isso é muito importante, e assim como todas as coisas importantes, não é fácil de realizar. Não deixe problemas do trabalho interferir na sua vida pessoal e vice-versa. Separe os problemas, e deixe as situações do trabalho para resolver no trabalho e as coisas da casa para resolver em casa. Isso pode ser um pouco difícil, mas pode ser feito. Uma coisa que acredito que pode ajudar você a fazer isso é ter um hobby ou algum tipo de lazer que o ajude a esquecer os problemas do trabalho.

Para focar nos problemas do trabalho, procure chegar cedo, e tire alguns minutos para planejar o seu dia, listar as tarefas e definir o plano de ação do dia. Antes de ir embora, liste as tarefas que ficaram inacabadas, e deixe a sua mesa organizada. Chegar no dia seguinte e já encontrar tudo bagunçada é um péssimo jeito de começar o dia.

Como fazer
Existem diversos métodos para organização pessoal, este não é o foco principal do post, mas você pode encontrar diversos artigos sobre organização e produtividade pessoal no Efetividade.net. Claro que não precisamos e as vezes nem podemos, projetar a solução de tudo em nossas vidas. Imagine abrir o WS Chart Pro para planejarmos uma ida ao supermercado. Acredito que as compras do mês seriam realizadas com grande efetividade, mas seria como usar um míssil para matar uma barata.

Comece classificando os problemas por dificuldade e urgência, este é o primeiro e mais importante passo. Encontre os problemas urgentes e que precisam de sua atenção imediata, e deixe os menos urgentes para depois na sua fila de atividades. Depois, separe os problemas por complexidade e resolva primeiro os mais fáceis, partindo então para os mais complexos. Para realizar isto, toda iniciativa é valida: planilhas, cadernos, to-do lists na internet, google calendar, enfim…o céu é o limite.

Podemos aplicar este método para a realização de uma prova por exemplo:

  • Classificar as questões por dificuldade
  • Classificar as questões por pontuação
  • Resolver as questões mais fáceis com maior pontuação
  • Resolver as questões mais fáceis com menor pontuação
  • Resolver as questões mais difíceis com maior pontuação
  • Resolver as questões mais difíceis com menor pontuação

Parece simples, não? Na verdade é, mas nem sempre pensamos assim no dia-a-dia.

Problemas Maiores…
Além de dividir para conquistar e da classificação dos problemas, podemos utilizar outras estratégias para os problemas de maior complexidade:

  • Distanciamento: procure entender o problema de longe, se desvinculando emocionalmente da situação. Se envolver emocionalmente, pode fazer com que o problema pareça não ter solução.
  • Compartilhamento: discuta o problema com outras pessoas, escute o ponto de vista de quem você conhece e confia
  • Equilíbrio: reflita sobre o problema e sua possíveis soluções.Analise cada solução e pondere sobre os prós e contras e as possíveis consequências de cada decisão. Acima de tudo, não tome decisões precipitadas.

Espero que estas dicas ajudem você a resolver os problemas na sua vida. Caso os problemas na sua vida profissional estejam se multiplicando e mesmo organizando as tarefas com as sugestões apresentadas a pressão e os problemas só crescem, converse com seu chefe. Se mesmo assim a pressão só aumenta e isto começou a afetar outros aspectos da sua vida, análise se não é hora de mudar de emprego. Claro, mudar de emprego é uma decisão que deve ser muito pensada, e quando sair é tão importante quanto saber como sair. Sair quando está tudo pegando fogo, sempre pega muito mal e você será lembrado como a pessoa que fugiu na hora “H”. Mantenha-se sempre atualizado e qualificado, pois um profissional capacitado e devidamente certificado, geralmente tem opções. Claro, não se esqueça da dica que fala sobre equilíbrio: “evite tomar decisões precipitadas”.

O mesmo vale para sua vida pessoal. Converse com os seus familiares, o diálogo é sempre a melhor política, mas saiba cobrar os resultados e as promessas de mudança.

Backups, Base Corrompida, Consultoria em banco de dados, Importantes, Segurança, Virtualização

O Plano B

L&A Soluções – Consultoria em Banco de Dados SQL Server ( Suas informações em boas mãos! )

Fonte: RENATO CESAR MONTEIRO (Blog)
Acadêmico de Redes de Computadores no Unilasalle Canoas-RS, certificado em ITIL V-3 Foundations pelo EXIM.
Todos nós recordamos daquele trágico dia 11 de setembro de 2001 – o dia em que as torres gêmeas de Nova York vieram abaixo pelas mãos dos terroristas que jogaram nelas dois aviões Boeing 767 que haviam sido sequestrados. Sem dúvida uma das maiores tragédias da história moderna. A partir dali, tudo mudou nos Estados Unidos: as leis de imigração ficaram mais rígidas, o controle sobre o tráfego aéreo aumentou,foi deflagrada uma verdadeira guerra contra o terrorismo que, mui tas vezes, passou por cima dos direitos humanos. Foram ordenadas execuções sumárias, mui tas vezes sem provas criminais e contrariando as leis internacionais. Mas a partir daquele dia também mudou a história da Tecnologia da Informação.

Todos sabemos que o armazenamento de informações e documentos são fundamentais para a continuidade de qualquer negócio. Os meios de armazenamento atuais incluem, quase que na maioria das empresas, backup em fitas magnéticas, em servidores remotos ou sites de backup (existem os modelos co-location, que nada mais são do que data centers independentes que oferecem hospedagem compartilhada para mais de uma organização). As boas práticas sugeridas pela ITIL (Information Technology Infrastructure Library, modelo britânico utilizado em muitas empresas, cito, por exemplo, a Gerdau e a Stefanini IT Solutions) recomendam que as mídias de backup de cada empresa sejam armazenadas em local seguro e nunca no mesmo prédio-sede. Em caso de destruição total do patrimônio físico de uma empresa (o que pode ser recuperado através de seguro) , estes arquivos poderão ser restaurados.

Naturalmente, o monitoramento destes backups através do uso de software apropriado, bem como a análise de logs e testes de restore periódicos também são recomendáveis. Acontece que muitas empresas que operavam nas torres gêmeas de NY possuíam seus backups na torre vizinha. Isso mesmo: fitas de backup, servidores de backup e links de contingência ficavam no outro prédio. Ninguém imaginava que as duas torres desabariam. Ali, caro leitor, muitas empresas vieram à falência por não terem mais o histórico de seus clientes ou simplesmente por não poderem comprovar dívidas e créditos: todo o histórico digital estava perdido!

Desde então a grande maioria dos bons profissionais de Tecnologia da Informação vêm buscando especializar-se e implementar em suas empresas as práticas de continuidade de negócio mais modernas, atualizadas a partir daquela tragédia. Isso não se restringe ao armazenamento de dados, mas tem sido levado em conta, também, o capital intelectual. Não me surpreende o fato dos dois diretores de uma famosa empresa de consultoria e treinamento aqui de Porto Alegre viajarem periodicamente em voos diferentes. Eles sabem que detém grande conhecimento sobre a sua empresa e que o falecimento de ambos seria extremamente prejudicial para a continuidade do negócio. Logo, se acontecer a queda de um dos aviões, viria a falecer somente um dos diretores… Parece loucura, mas muitas empresas adotam esta prática. Apenas não admitem publicamente. Se refletirmos um pouco chegaremos a uma conclusão semelhante no que diz respeito ao conhecimento, à patente do software. O monopólio da informação, o não compartilhamento do código pode gerar a perda irreversível de grandes ideias. Quantos grandes softwares foram descontinuados simplesmente porque o código-fonte não foi aberto e, assim, não foi dada a continuidade por parte de outros desenvolvedores?

O “plano B”, caro leitor, resume-se a uma única palavra: continuidade. Isso pode ser implementado a partir de um simples nobreak até um si te em co-location.
Cabe aos profissionais de Tecnologia, ir além e nos anteciparmos aos imprevistos

Vejam também:
Missão Crítica: conceitos básicos